27 novembro, 2013

Capes e Inep realizam o 4º Seminário do Observatório da Educação

Nos dias 27 e 28 deste mês de novembro, será realizado no edifício-sede da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) o 4º Seminário do Observatório da Educação. Objetivo do evento é proporcionar um momento de integração entre os coordenadores das pesquisas fomentadas pelo programa, oportunizando a socialização dos resultados alcançados no âmbito dos editais lançados nos anos de 2010 e 2012.

O programa Observatório da Educação (Obeduc) é fruto de parceria entre a Capes e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Foi instituído em 2006 com o objetivo de fomentar estudos e pesquisas em educação. O Obeduc visa, também, proporcionar a articulação entre pós-graduação, licenciaturas e escolas de educação básica e estimular a produção acadêmica e a formação de recursos pós-graduados, em nível de mestrado e doutorado.

Evento
Além das palestras, a programação do seminário prevê discussões sobre diferentes temas em grupos de trabalho, com os objetivos de compartilhar caminhos e resultados e de fortalecer e valorizar o diálogo entre os pesquisadores, a Capes e o Inep.

O projeto do prof. Moises Calle, do Depto de Demografia e Ciências Atuariais da UFRN está na programação e pode ser consultado através da programação na área de Educação Básica.

Fonte: Capes, 27/11/2013


.

22 novembro, 2013

VI Congresso da Associação Latinoamericana de População


VI Congreso de ALAP
Dinámica de población y desarrollo sostenible con equidad
Sheraton Lima Hotel & convention Center en Lima, Perú
12 al 15 de agosto de 2014.


La Asociación Latinoamericana de Población convoca a sus miembros asociados, así como a investigadores, servidores y funcionarios públicos, estudiantes, miembros de organizaciones civiles e internacionales y, en general, a todos los interesados en el estudio de la población, a participar en su VI Congreso, cuyo lema será “Dinámica de población y desarrollo sostenible con equidad" que se realizará en el Sheraton Lima Hotel & convention Center en Lima, Perú del 12 al 15 de agosto de 2014.

Fechas importantes:
20 noviembre 2013  - Apertura de la página web de ALAP para la inscripción del resumen corto
20 de enero 2014  - Fecha límite para la recepción de resúmenes cortos
15 de marzo 2014 - Fecha límite para la recepción de trabajos completos
16 de mayo 2014 - Notificación sobre la aceptación de trabajos para ser presentados en sesiones regulares o en sesión de posters
17 de junio 2014 - Fecha límite para la recepción de la versión final del trabajo y confirmación de las personas aceptadas sobre su participación en el congreso

20 novembro, 2013

Seminário Internacional: "Família, Gênero e Gerações - entre mudanças e permanências"

Seminário Internacional: "Família, Gênero e Gerações - entre mudanças e permanências"
26 e 27 de Novembro de 2013, Campinas - SP
Salão Nobre da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
[Mais detalhes na página da ABEP]



18 novembro, 2013

China relaxa política do filho único

Segundo a agência estatal de notícias Xinhua, no futuro as famílias chinesas poderão ter dois filhos se um dos pais for filho único.

A agência divulgou uma declaração do Partido Comunista nesta sexta-feira que afirma que a política do filho único será "ajustada e melhorada passo a passo para promover 'o desenvolvimento equilibrado da população da China no longo prazo'".

A mudança foi anunciada depois da reunião desta semana, a Terceira Plenária da atual liderança do Partido Comunista chinês, uma cúpula que poderá trazer consequências profundas à China e reflexos ao mundo.

Além da mudança na política do filho único, o governo também anunciou outras reformas como a abolição dos campos de trabalhos forçados, usados como locais de "reeducação pelo trabalho", segundo o governo.

A rede de campos foi criada há meio século e ainda tem milhares de prisioneiros. Júris formados por policiais têm o poder de sentenciar a anos de detenção os que são considerados culpados, mesmo sem um julgamento regular.

Fonte: BBC Brasil, 15/11/2013


.

04 novembro, 2013

Mediações - Revista de Ciências Sociais: Dossiê "Análise quantitativa e indicadores sociais"

Criada em 1996, Mediações é uma publicação semestral do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (UEL), voltada para o debate sobre temas relevantes das Ciências Sociais, mantendo uma linha interdisciplinar, com contribuições da Sociologia, da Antropologia e da Ciência Política, bem como de áreas afins.

A proposta de fundo dos organizadores deste dossiê foi considerar como as Ciências Sociais estão se preparando para os desafios conceituais e metodológicos da era do Zettabyte (uma unidade de informação ou memória), observando que tanto o acesso quanto o tratamento analítico dos dados renovaram e ampliaram os métodos nas Ciências sociais. Para isso, os organizadores selecionaram artigos que abordassem essas questões a partir da realização de análises quantitativas, mas também da aplicação de informação para a formulação de diversos indicadores da vida social.



.

02 novembro, 2013

Chamada para publicação de artigos Revista Cadernos de Estudos Sociais (Edição 2013, número 28, volumes 1/2)

A revista Cadernos de Estudos Sociais é uma publicação semestral da Fundação Joaquim Nabuco. A revista acolhe textos escritos em português, inglês e espanhol, publicados no original. O foco de sua política editorial é a divulgação permanente de trabalhos de excelência em seu campo de conhecimento, nas principais vertentes contemporâneas da área de ciências sociais, de autores nacionais e internacionais. A proposta é de alternar edições de temas livres e dossiês temáticos, que serão definidos na medida em que surjam demandas consistentes no meio acadêmico. Para 2013, lançamos o edital para chamada dupla para os dois volumes do ano.

O tema do volume 1 será Crise e protesto social: 2008-2013. Desde a crise financeira de 2008, muito se tem discutido a respeito da economia global, dos destinos da globalização, da efetividade das estruturas de governança global. Em relação com a crise, não apenas houve uma intensificação de práticas de coordenação de ações e políticas em nível inter-governamental e multilateral, mas também emergiram protestos e movimentos sociais que expressaram de diferentes maneiras, orientações ideológicas e através de uma multiplicidade de demandas, sua insatisfação e frustração com os destinos da política e da economia nos países mais diretamente afetados pelos efeitos da crise financeira. Este número da revista pretende abrir um espaço de reflexão e debate a respeito das múltiplas dimensões da questão, em escala global, a partir de casos locais (pensado este termo em diferentes escalas – do comunitário ao continental – em relação ao global). As contribuições submetidas podem abordar qualquer temática relativa ao tema da crise em suas vinculações com os protestos e movimentos, desde uma ótica intra- ou trans-nacional. Trabalhos enfocando os casos do Brasil, Espanha, Grécia, Itália, Estados Unidos, Egito etc. serão particularmente bem-vindos.

O tema do volume 2 será livre.

Prazo para o envio dos textos: 15 de novembro de 2013.

As submissões devem ser feitas através do e-mail: cadernos.estudos.sociais@hotmail.com

[Visite a página da CES no Facebook]

[Veja a chamada na íntegra] [versão em inglês] [versão em espanhol]

[Confira as normas editoriais para a submissão]

.

01 novembro, 2013

PORTUGAL | Número de emigrantes em 2012 foi superior ao total de nascimentos


A população portuguesa voltou a descer pelo terceiro ano seguido e o saldo migratório negativo foi um dos principais contributos para a quebra.

Em resultado dos valores negativos do crescimento natural e do crescimento migratório, a população portuguesa voltou a diminuir, segundo as Estatísticas Demográficas de 2012 publicadas nesta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Se, por um lado, houve menos de 90 mil nascimentos, por outro houve cerca de 121 mil emigrantes temporários e permanentes.

Confirmando as previsões e a tendência dos últimos anos, os nascimentos voltaram a descer, mas desta vez marcaram um recorde histórico ao ficar abaixo dos 90 mil (89.841). Foram menos 7,2% do que em 2011, quando se registaram 96.856 nascimentos, representando nessa altura uma quebra em relação ao ano anterior, ao descer abaixo dos 100 mil.

Quanto ao número de óbitos, registaram-se 107.612 em 2012, um aumento de 4,6%. Conclui-se que o crescimento natural foi, portanto, negativo: houve mais 17.771 mortes do que nascimentos, uma diferença três vezes acima do que se tinha verificado em 2011.

Fonte: Publico (Portugal), 29/10/2013


.

Tese selecionada pela Capes desenvolve metodologia para medir expectativa de vida saudável dos brasileiros



Criar metodologia simples e que seja capaz de estimar a expectativa de vida saudável da população brasileira foi o desafio do pesquisador Marcos Roberto Gonzaga, que resultou na tese Uma proposta metodológica para estimar o padrão etário das transições de incapacidade e tendências na expectativa de vida ativa dos idosos: um estudo para o Brasil entre 1998 e 2008.

O trabalho, defendido no Programa de Pós-graduação em Demografia do Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional de Minas Gerais (Cedeplar), é um dos selecionados para o Prêmio Capes de Tese 2013. Segundo Marcos Gonzaga, a expectativa de vida saudável é o tempo médio que a população de um local espera viver com boas condições de saúde e, nos últimos anos, esse indicador tem aumentado no Brasil.

“Sabemos que o tempo médio que a população espera viver a partir dos 60 anos de idade tem aumentado nas últimas décadas. Mas como esse tempo médio pode ser alcançado também com o idoso doente e hospitalizado, a variável considerada na minha pesquisa foca no envelhecimento com saúde, ou seja, o tempo a mais que a população espera viver de forma saudável e com plenas condições de realizar as atividades do dia a dia”, explica.

Fonte: Boletim UFMG, 29/10/2013


.

31 outubro, 2013

Gravidez na adolescência é tema do relatório anual do UNFPA: Situação da População Mundial 2013


Todos os dias, nos países em desenvolvimento, 20 mil meninas com menos de 18 anos dão à luz e 200 morrem em decorrência de complicações da gravidez ou parto. Em todo o mundo, 7,3 milhões de adolescentes se tornam mães a cada ano, das quais 2 milhões são menores de 15 anos – número que podem aumentar para 3 milhões até 2030, se a tendência atual for mantida.

A gravidez indesejada na adolescência traz consequências para a saúde, educação, emprego e direitos de milhões de meninas em todo o mundo, e pode se tornar um obstáculo ao desenvolvimento de seu pleno potencial.

As implicações da gravidez na adolescência e o que pode ser feito para garantir uma transição saudável e segura para a vida adulta são algumas das questões abordadas pelo relatório “Situação da População Mundial 2013”, do UNFPA, Fundo de População das Nações Unidas, que este ano traz como título “Maternidade Precoce: enfrentando o desafio da gravidez na adolescência”.

O relatório (disponível em inglês e espanhol) será lançado mundialmente nesta quarta-feira, 30 de outubro, em 150 países.

Fonte: UNFPA Brasil, 29/10/2013



.

29 outubro, 2013

2° Seminário Internacional de Gestão e Políticas Públicas


No período de 12 a 14 de novembro de 2013, será realizado na Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais em Belo Horizonte, o 2° Seminário Internacional de Gestão e Políticas Públicas. O Seminário é promovido pelo Núcleo de Estudos em Gestão e Políticas Públicas (Publicus), que congrega pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais.

O evento vai contar com palestrantes e conferencistas de diversos países e com renomada atuação no campo da gestão e da análise de políticas públicas, além de professores e pesquisadores nacionais, de diferentes unidades da federação e instituições, que são referência na área. Vão participar também representantes de órgãos públicos no sentido de discutir algumas das principais políticas públicas brasileiras, além de representantes de organizações internacionais.


.

20 outubro, 2013

Nota de falecimento: A demografia de Neide Lopes Patarra

É com pesar que registramos no blog o falecimento da professora e pesquisadora Neide Lopes Patarra. Neide foi co-fundadora da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP) e fez parte do primeiro grupo de formação em demografia no Brasil (no Cedip), no final da década de 1960. Foi presidente da ABEP nos biênios 1989-1990 e 1991-1992 e Vice-Presidente nos anos de 1983-1984 e 1985-1986.

Além de toda sua importância para a formação de pessoas na área de demografia no Brasil, Neide foi uma referência também pela pessoa comprometida, engajada, rigorosa e justa. Como poucos nos dias de hoje, sua vida era parte do seu trabalho e dificilmente se terminava uma conversa informal sem que as convicções, posicionamentos e discussões acadêmicas viessem à tona. Fato que tornava qualquer conversa no corredor em uma grande aula. Nunca fui seu aluno formalmente, mas tive a chance de ter diversas aulas em ocasiões das mais diversas.

Sentiremos a sua ausência. Mas a sua lembrança estará imortalizada em todos os seus alunos.

Enviamos nossos sinceros sentimentos aos familiares.

Publicações recentes:
Movimentos migratórios no Brasil: tempos e espaços (Neide L. Patarra)
Revista Brasileira de Estudos de População: do nascimento à pós-maioridade (Neide Lopes Patarra; Elisabete Dória Bilac).

18 outubro, 2013

IV Seminário de Estudos Populacionais do Nordeste

IV Seminário de Estudos Populacionais do Nordeste: A Demografia nordestina no desenvolvimento brasileiro: Perspectivas e oportunidades e a Jornada comemorativa dos 20 anos do Grupo de Estudos Demográficos (GED)

Dias 12 e 13 de Novembro de 2013.

Local: Anfiteatro B do Centro de Ciências Exatas e da Terra (CCET) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte

SUBMISSÃO DE TRABALHOS COMUNICAÇÃO ORAL E POSTERS
De 17 a 31 Outubro de 2013

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE ACEITE DOS TRABALHOS
06 de Novembro de 2013



SESSÕES TEMÁTICAS:

1. Saúde e mortalidade nos espaços do Nordeste
2. Indicadores demográficos da região Nordeste: múltiplos olhares
3. Pobreza, renda e vulnerabilidades no Nordeste
4. Tendências demográficas da região Nordeste
5. Envelhecimento populacional e suas múltiplas facetas

O Seminário é um evento promovido pela UFRN através do Programa de Pós-Graduação em Demografia (PPGDEM), Grupo de Estudos Demográficos (GED) e Departamento de Demografia e Ciências Atuariais (DDCA), em conjunto com a Comissão de Estudos Demográficos sobre o Nordeste – CEDENE, da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (ABEP), o qual, pela natureza de sua temática, estabelecerá um espaço específico em sua programação para a divulgação de trabalhos científicos realizados no âmbito das universidades e instituições de pesquisa do Nordeste, bem como de outras regiões do país desde que afinados com a temática do Seminário. De modo particular, será palco para divulgação da produção dos discentes e docentes do Programa de Pós-Graduação em Demografia da UFRN, que completa o seu terceiro ano de existência, bem como disseminar a produção de pesquisadores e bolsistas do GED, Base de Pesquisa criada desde o ano de 1993 na UFRN, comemorando, portanto, 20 anos de atuação.

COMISSÃO ORGANIZADORA

Profa. Dra. Maria Célia de Carvalho Formiga - (DEST/UFRN – Docente do PPGDEM- Coordenadora do GED - Coordenadora do Evento), cformiga@ccet.ufrn.br
Prof Dr. Kleber Fernandes de Oliveira - (Professor do Departamento de Estatística e Ciências Atuariais – UFS – Coordenador-Adjunto), kleber.ufs@hotmail.com
Profa. Dra. Lára de Melo Barbosa - (DEST/UFRN – Coordenadora do PPGDEM – Vice-Coordenadora local do Evento), lara@ccet.ufrn.br
Prof. Dr. Paulo César Formiga Ramos - (DEST/UFRN – Docente do PPGDEM – Chefe do DDCA), formiga@ccet.ufrn.br
Profa. Dra. Nilma Dias Leão Costa - (Depto. De Saúde Coletiva/UFRN – Pesquisadora do GED e da Base de Pesquisa Grupo de Estudos em Saúde Coletiva)
Prof. Dr. Neir Antunes Paes - (Depto. Estatística - UFPB)


14 outubro, 2013

Bolsa de Pós-doutorado no Nepo-Unicamp: Estudo GENIH – Gênero e infecção pelo HIV

Encontram-se abertas inscrições de candidat@s a uma Bolsa de Pós-Doutorado Junior oferecida pelo CNPq para o “Estudo GENIH - Gênero e infecção pelo HIV: práticas e decisões relativas à saúde sexual e reprodutiva”, que está sendo conduzido pelo NEPO/UNICAMP em parceria com FIOCRUZ, USP, UNIFESP, IS-SP, SES-SP, SMS-SP e UNFPA.

Período de inscrição: 12 de outubro a 18 de outubro de 2013 


.

11 outubro, 2013

Dois anos do Blog "Demografia do Nordeste"!

O blog da Demografia do Nordeste acaba de completar dois anos de atividades. Foram mais de 24,5 mil visitas ao blog e, apesar de ser um tema pouco conhecido pelo grande público, consideramos que seja expressivo circular informações sobre demografia e estudos populacionais com essa abrangência.

Agradecemos todos os colaboradores e amigos que ajudam a divulgar as notícias e temas relacionados à demografia brasileira e nordestina. Esperamos continuar ampliando a rede de colaboradores e de interessados no tema. Obrigado!

Resumo das atividades do blog:

Acessos: 24.638      Média mensal de acessos: 1.026       Total de postagens: 396

Mais acessados:
Complexidade e a diversidade das relações familiares do Brasil contemporâneo 26/08/2012 [228]
Processo Seletivo - Mestrado em Demografia UFRN 2013 17/09/2012 [155]
Resultado da prova escrita - Processo Seletivo PPGDEM 2013 10/12/2012 [112]
Palestra: A dimensão territorial e política dos riscos urbanos na América Latina 21/05/2012 [111]
Série especial da National Geographic sobre os 7 bilhões 15/10/2011 [111]

PPGDEM/UFRN | Seminário (14/10)





"Household Chores and Interracial Marriage in Brazil: Interactions Between Gender, Race, and Type of Union(*)"

Profa Dra Maria Carolina Tomás
Doutora em Sociologia e Demografia pela University of California at Berkeley (2012), Pós-Doutoranda no Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (CEDEPLAR/UFMG)

Dia 14/10/2013 (2ª Feira) às 14 horas, no auditório do CCET/UFRN, Natal (RN).

(*) A palestra será realizada em português.


09 outubro, 2013

CHAMADA DE ARTIGOS | Volume especial "População, espaço e ambiente" - Revista Espinhaço

Como parte das atividades do GT População, Espaço e Ambiente, a Revista Espinhaço contará com textos selecionados do II Encontro Nacional sobre População, Espaço e Ambiente. Também serão recebidas submissões de outros autores interessados no assunto (artigos e resenhas de livro). As submissões deverão ser feitas até o dia 15 de novembro (2013) de acordo com as normas da Revista Espinhaço através do email: revista.espinhaco@gmail.com .

Temas:

· Dinâmica Populacional, Mudanças Climáticas Globais e Ambiente
· Análise Espacial e Métodos de Representação Geocomputacionais em Estudos de População, Espaço e Ambiente: Onde Estamos e Para Onde Vamos?
· Para além das Metrópoles: População, Espaço e Ambiente em Pequenas e Médias Cidades
· Urbanização, População e Consumo: um eixo agregador para os estudos sobre População, Espaço e Ambiente?

Link da Revista Espinhaço


08 outubro, 2013

PPGDEM/UFRN | Bolsa de pós-doutorado em Demografia e/ou Estudos populacionais

O Programa de Pós-Graduação em Demografia (PPGDEM) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) está com Processo Seletivo aberto para a seleção de uma (01) bolsa de pesquisa para o Programa Nacional de Pós-Doutorado (CAPES).

As inscrições devem ser feitas via Correios até o dia 30 de outubro de 2013, segundo as instruções contidas no Edital.

Perfil: Possuir o título de doutor, quando da implementação da bolsa, na área de Demografia ou em áreas correlatas; As atividades devem ser desenvolvidas em Natal (RN), junto ao Programa de Pós-Graduação em Demografia (UFRN).




.

04 outubro, 2013

Tese de doutorado de professor do DDCA/UFRN recebe prêmio da CAPES em 2013

O professor Marcos Roberto Gonzaga, do Departamento de Demografia e Ciências Atuariais (DDCA) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) teve sua tese de doutorado premiada como a melhor tese da área de Planejamento Urbano e Regional / Demografia no Prêmio Capes de Teses 2013. A tese defendida junto ao Programa de Pós-graduação em Demografia do Cedeplar/UFMG e orientada pelo prof Roberto do Nascimento Rodrigues (co-orientada pelo prof Bernardo Lanza Queiroz), foi selecionada entre as pesquisas de doutorado defendidas no país em 2012. A cerimônia de premiação ocorrerá na sede da Capes, em Brasília, no dia 13 de dezembro.

Título: "Uma proposta metodológica para estimar o padrão etário das transições de incapacidade e tendências na expectativa de vida ativa dos idosos: um estudo para o Brasil entre 1998 e 2008"
Data da defesa: 10-07-2012
Resumo: A expectativa de vida saudável é um indicador amplamente utilizado nos estudos de saúde e para a análise empírica da hipótese de compressão da morbidade. As estimativas adequadas para análise de tendências deste indicador requerem utilização de tábuas de vida multiestado com base no conhecimento do padrão etário das transições entre estados de saúde e morte no período de estudo. Essa demanda é apontada como um dos principais obstáculos para análise de tendências da expectativa de vida saudável em função da escassez de dados longitudinais sobre condições de saúde da população.Este trabalho propõe uma nova abordagem metodológica para estimativa de tendências da expectativa de ativa, na ausência de dados longitudinais. O método proposto estima a estrutura etária para as taxas de transição implícitas nas pesquisas transversais, com base em um padrão etário para as taxas de transição entre estados de saúde e morte, provenientes de pesquisas longitudinais de outras populações, e em proporções de indivíduos saudáveis e não-saudáveis por idade, provenientes de pesquisas transversais. A implementação da nova proposta é feita para o Brasil nos anos de 1998, 2003 e 2008, utilizando-se os dados das Pesquisas Nacionais por Amostras Domiciliares. As taxas implícitas de transição de incapacidade por idade, estimadas pelo novo método, são coerentes com os resultados apresentados na literatura. A estimação dos parâmetros para a especificação mais simples do modelo parece produzir bons resultados. As estimativas para as expectativas de vida ativa e com incapacidade, nos anos de 1998, 2003 e 2008, não são significativamente diferentes das estimativas produzidas por outros métodos. O segundo exercício, utilizando outras covariáveis de interesse, apresentou resultados menos satisfatórios devido, principalmente, à falta de consistência na estimação de alguns parâmetros. Todavia, os resultados são promissores e apontam para a busca de soluções mais consistentes de modelos mais complexos.

[Acesse o arquivo em PDF]

.




03 outubro, 2013

Cyberseminar on Family demography

International Cyberseminar on Family demography: Advancing knowledge about intergenerational relationships and exchanges in low and middle-income countries

Organized by: The IUSSP Panel on Family Demography in Developing Countries, in collaboration with the University of Southampton.

Deadline for abstract submission: 31 October 2013.

[Mais informações]

.

02 outubro, 2013

DEMOGRAFIA UFRN 2014 | Processo Seletivo 2014 - Programa de Pós-graduação em Demografia (UFRN)


A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Demografia (PPGDEM) da Universidade
Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna pública, pelo presente Edital, a abertura do Processo Seletivo para o ingresso de alunos regulares para o curso de Mestrado, ficando a Seleção regida pelas normas constantes deste Edital, pelas disposições específicas contidas na resolução Nº072/2004 CONSEPE, de 09 de novembro de 2004 e pelo Regimento Interno do PPGDEM. Serão oferecidas até 15 (quinze) vagas para o primeiro período letivo de 2014 do Curso de Mestrado em Demografia.

Inscrições: de 02/10/2013 até 31/10/2013

Mais informações na página do PPGDEM (Clique aqui)

[Acesse o Edital completo]



11 setembro, 2013

XIII Seminário Internacional da Rede de Pesquisadores Latino-americanos (RII)

A Comissão Organizadora do XIII Seminário Internacional da Rede de Pesquisadores Latino-americanos (RII), do VI Workshop de Editores (RIER) e do XI Encontro de PósGraduação (RIPPET) convida a todos os interessados a participar desses eventos, que se celebraram no período de 1 a 04 de setembro de 2014, na cidade de Salvador (Bahia, Brasil), no Bahia Othon Palace Hotel.

Organizado localmente pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), o Centro de Recursos Humanos (CRH), Programa de Pós-Graduação em Geografia, Curso de Mestrado em Economia, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, esses pertencentes à Universidade Federal da Bahia (UFBA); Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e a Universidade Católica de Salvador (UCSAL); e Instituto de Pesquisas Sociais Econômicas e Ambientais (InP), o XIII Seminário incidirá sobre os temas que emergiram das discussões e avaliações em reuniões anteriores. Eles estão organizados em seis grupos focais com dinâmicas que,
dependendo das abordagens e os resultados obtidos a partir dele se formaram, estabelecendo as diretrizes da estrutura analítica comum.

 DATAS
-Data limite para submissão de resumos expandidos: 15 de Janeiro de 2014;
-Divulgação dos resultados: 19 de março, 2014;
-Data limite para submissão de trabalhos completos: 14 de julho de 2014;
-Realização de Seminário: de 01 a 04 de setembro de 2014.

[Mais informações]

.

06 setembro, 2013

Cadernos de Estudos Sociais (Fundaj) publica edição especial sobre o Censo 2010

Para compor esta Edição Especial, a CES convidou alguns dos principais pesquisadores que estavam debruçados sobre a análise de aspectos sociodemográficos da sociedade brasileira a partir dos dados recém-divulgados do Censo Demográfico 2010. Obviamente que, por limitações de espaço e dos próprios editores, essa lista de convidados não cobre nem de longe a extensão dos estudiosos que vêm trabalhando nessas interfaces. Mas, com certeza, tal reconhecimento não significa qualquer restrição aos resultados do conjunto de textos apresentados, ao contrário, abre e amplia o convite para todos aqueles que quiserem contribuir com o debate, pois encontrarão na CES um espaço de divulgação e diálogo cada vez mais rico em estudos sociodemográficos.

(...)

Esperamos que os artigos aqui selecionados permitam dar visibilidade às enormes potencialidades que os dados censitários podem trazer para os estudos sociais e que as transformações e permanências identificadas pelos autores dessa Edição Especial possam instigar os pesquisadores a contribuir nessa seara de debates. A CES espera, com isso, ter contribuído na disseminação de informações importantes para os estudiosos da área e convida a toda a comunidade científica a utilizar este espaço de divulgação para futuras parcerias.

Clique na imagem para visualizar o sumário do CES (vol 27, n.2)

Editores Convidados:
Morvan de Mello Moreira (Fundaj)
Ricardo Ojima (UFRN)
Wilson Fusco (Fundaj)










(Para acessar, clique nos links abaixo)

EDITORIAL (Patricia Bandeira de Melo, Isolda Belo da Fonte, Joanildo de Albuquerque Burity)

Edição Especial sobre o Censo Demográfico 2010 (Morvan de Melo Moreira, Ricardo Ojima, Wilson Fusco)




Agroindústria, grandes projetos de infraestrutura eredistribuição espacial da população: Tendências populacionais recentes no MatoGrosso e Pará (Roberto Luiz do Carmo, Ricardo Sampaio Dagnino, Marcio Batista Caparroz, Thais Tartalha do Nascimento Lombardi)

Transições urbana e da fecundidade e mudanças dos arranjosfamiliares no Brasil (José Eustáquio Diniz Alves, Suzana Marta Cavenaghi)


Tendências Demográficas em Minas Gerais e Implicações paraas Políticas Públicas (Adriana Miranda-Ribeiro, Frederico Poley Martins Ferreira, Juliana de Lucena Ruas Riani, Karina Rabelo Leite Marinho, Mirela Castro Santos Camargos)

Entre as idas e vindas potiguares: desenvolvimento regionale migrações no contexto do Rio Grande do Norte (Tiago Carlos Lima Nascimento, Ricardo Ojima)

.

03 setembro, 2013

Entrevista | IBGE vai atualizar pesquisas e aumentar abrangência da coleta de diversos indicadores

Com 28 anos de carreira no instituto oficial de estatísticas do país, a presidente do IBGE, Wasmália Bivar, conta sobre o esforço da instituição para acompanhar as rápidas transformações sociais e econômicas do país e ainda retratar as profundas diferenças regionais. "A região Norte não é Belém", reclama.

Além das lentes atentas sobre as diversidades locais, sua gestão é marcada por desafios metodológicos, como o projeto de divulgação anual da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF), a realização de uma Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) contínua e a ampliação dos dados de trabalho em todo o território nacional. Em 2015, o Produto Interno Bruto (PIB) será revisado, de acordo com os preceitos da Organização das Nações Unidas.

Mesmo diante de tantos desafios, ser ibgeana é uma "cachaça", diz ela. Wasmália nega receber qualquer tipo de pressão do governo e conta que o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, pediu para não ser mais avisado com antecedência dos resultados dos indicadores conjunturais.

Fonte: Brasil Econômico, 02/09/2013


.

29 agosto, 2013

População brasileira deve chegar ao máximo (228,4 milhões) em 2042

A população brasileira continuará crescendo até 2042, quando deverá chegar a 228,4 milhões de pessoas. A partir do ano seguinte, ela diminuirá gradualmente e estará em torno de 218,2 milhões em 2060.

Esse é um dos destaques da publicação “Projeção da População do Brasil por Sexo e Idade para o Período 2000/2060 e Projeção da População das Unidades da Federação por Sexo e Idade para o período 2000/2030”, que o IBGE disponibiliza hoje (29/8/2013) na internet.

Além da projeção da população para o país e das unidades da Federação, a publicação traz projeções da fecundidade feminina por faixa etária, da mortalidade, da esperança de vida ao nascer para o país e para as unidades da Federação e do saldo migratório (imigrantes menos emigrantes) internacional e interno, entre outros indicadores.

Observa-se, por exemplo, que a idade média em que as mulheres têm filhos, que está em 26,9 anos em 2013, deve chegar a 28 anos em 2020 e 29,3 anos em 2030.

Fonte: IBGE, Sala de Imprensa, 29/08/2013



.

27 agosto, 2013

Congresso Nacional de Direito Previdenciário será realizado em Natal nesta semana

Nos dias 29 e 30 de agosto de 2013 será realizado Congresso Nacional de Direito Previdenciário em Natal, no Hotel Parque da Costeira, com palestrantes nacionais, e terá como tema principal “90 anos da Previdência no Brasil. Reflexões e Perspectivas”. O evento, idealizado pela Escola Superior de Advocacia – ESA, discutirá, entre outros pontos, Sistema de Previdência Complementar Brasileiro; Educação Previdenciária; Desaposentação e outros desafios dos Regimes Próprios de Previdência.

Congresso Nacional de Direito Previdenciário
Data: 29 e 30 de agosto de 2013
Local: Hotel Parque da Costeira, Natal/RN
Inscrição: www.f3eventos.com.br/direitoprevidenciario
Informações: 84.3201-7429

Fonte: OAB Rio Grande do Norte, 26/08/2013


.

26 agosto, 2013

Mortalidade infantil está diretamente associada à falta de estudo dos pais

Nada mata mais crianças no Brasil do que a ignorância. Pesquisa do Estadão Dados mostra que nenhuma outra de 232 variáveis testadas influi mais nas mortes na infância do que a falta de estudo dos adultos. Nem falta de dinheiro, de água ou esgoto têm impacto maior.

Os dados se referem aos 5.565 municípios brasileiros, foram coletados durante o Censo 2010 e compilados pelo Atlas de Desenvolvimento Humano no Brasil. Eles foram usados para criar um modelo explicativo dos indicadores que poderiam causar a mortalidade de crianças de até 5 anos. Por meio de métodos estatísticos, foi possível ver que a maior causa desse tipo de morte está relacionada à taxa de alfabetização da população com mais de 18 anos.

Para cada ponto porcentual retirado da taxa de analfabetismo da população de 18 anos ou mais, a taxa de mortalidade de crianças até 5 anos cai 4,7 pontos. Na prática, se 1% dos adultos de uma cidade é alfabetizado, em média, mais 47 crianças sobrevivem à primeira infância, a cada 10 mil nascimentos. "Às vezes, a casa não tem saneamento básico, mas se a mãe tem um pouco de educação, consegue que o filho tenha acesso aos programas sociais do governo", disse o pesquisador do IBGE Celso Simões, autor de estudo que chegou a conclusão similar.

O gráfico acima mostra como essas duas variáveis estão relacionadas. Cada ponto representa um município. Ao seguir uma tendência diagonal, o conjunto desses dados revela que quanto maior o analfabetismo, maior a taxa de mortalidade na infância. Cidades como Olho D'água Grande (AL) são exemplos onde esses dois índices são altíssimos - 50 crianças de até 5 anos morrem por ano e 46% dos adultos são analfabetos. Blumenau (SC) está no outro extremo, com taxa de mortalidade cinco vezes menor e apenas 2% de analfabetismo entre adultos.

O impacto da alfabetização de adultos sobre a mortalidade de crianças é duas vezes maior do que o da pobreza. O segundo fator com maior peso para evitar mortes infantis é aumentar a fatia da renda dos 20% mais pobres. Cada ponto porcentual a mais na renda faz diminuir 2,8 pontos da taxa de mortalidade na infância.

O terceiro fator estudado que diminui a mortalidade na infância é o acesso a água e esgoto. Mas o impacto é bem menor do que o do analfabetismo e da pobreza. A cada ponto porcentual a menos de população sem saneamento básico, a mortalidade na infância cai 0,8 ponto. Combinadas, as três variáveis - analfabetismo, pobreza e água/esgoto - explicam 62% da taxa de mortalidade das crianças com até 5 anos no Brasil. O modelo é consistente também no tempo. Aplicado aos dados do Censo de 2000, seu poder de explicação é ainda maior: 69%.

O professor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa José Cássio de Moraes ressalta que a maior educação materna também aumenta as chances de doenças infantis serem diagnosticadas mais cedo: "A mãe com nível educacional melhor reconhece mais rapidamente os sintomas de doenças." / COLABOROU DIEGO RABATONE

Desafio é reduzir as mortes de recém-nascidos

Entre 2000 e 2011, segundo o SIM-Datasus, as mortes de crianças com menos de 5 anos caíram de 79.470 para 46.375 por ano. A queda foi mais significativa entre as crianças com mais de um mês de vida: 47% no período. Nessa fase, as causas de morte mais comuns podem ser tratadas com terapias simples, como soro caseiro. Isso ajuda a explicar como o aumento da escolaridade dos pais reduz a mortalidade.

Desafio está agora nas crianças com até uma semana de vida, grupo com maior parte das mortes infantis. O problema é mais complexo, porque as causas não são facilmente evitáveis e implicam cuidados com as mães e o parto.

Fonte: Jornal Estado de São Paulo, 26/08/2013


.

22 agosto, 2013

In China, an Unprecedented Demographic Problem Takes Shape


In China, an Unprecedented Demographic Problem Takes Shape
Chinese society is on the verge of a structural transformation even more profound than the long and painful project of economic rebalancing, which the Communist Party is anxiously beginning to undertake. China's population is aging more rapidly than it is getting rich, giving rise to a great demographic imbalance with important implications for the Party's efforts to transform the Chinese economy and preserve its own power in the coming decade.



Read more: In China, an Unprecedented Demographic Problem Takes Shape | Stratfor
Follow us: @stratfor on Twitter | Stratfor on Facebook

21 agosto, 2013

Concurso para prof Adjunto: Demografia (DDCA/UFRN)

CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA O CARGO DE PROFESSOR DO MAGISTÉRIO
SUPERIOR NA CLASSE “A” PARA AS ÁREAS DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA E TECNOLÓGICAS
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE (UFRN)
EDITAL No 030/2013

A inscrição será feita, exclusivamente, via internet, a partir do dia 02 de setembro de 2013 até às 23h59 do dia 20 de setembro de 2013.

01 Vaga para a área de Demografia e Ciências Atuariais. Adjunto-A/DE. Doutorado em Demografia.



[Veja o Programas, Relação de Temas e Expectativa de Atuação Profissional]


.

19 agosto, 2013

Ciências sociais, Censo e informação quantitativa no Brasil: entrevista com Elza Berquó e Nelson do Valle Silva

Nesta entrevista, os pesquisadores Elza Berquó e Nelson do Valle Silva relembram suas trajetórias profissionais e a consolidação da pesquisa quantitativa nas ciências sociais no Brasil.

Resumo: Por sua regularidade, capilaridade, relativa padronização e abrangência temática, os censos demográficos estão entre as principais matérias‑primas dos estudos sobre as mudanças de longo prazo na sociedade brasileira. No entanto, analisar dados dos censos implica também conhecer seus processos de produção e, consequentemente, a própria história dos levantamentos de informação social quantitativa no Brasil.

Fonte: Revista Novos Estudos Cebrap, ed 95, março/2013


.

16 agosto, 2013

UNICAMP-FAPESP: Estão abertas as inscrições para bolsa de pós-doutorado em Demografia Econômica


O Projeto Temático "Geração de Cenários de Produção de Álcool como Apoio para a Formulação de Políticas Públicas Aplicadas à Adaptação do Setor Sucroalcooleiro Nacional às Mudanças Climáticas" (www.cpa.unicamp.br/alcscens), financiado pela FAPESP no âmbito do Programa FAPESP de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais (www.fapesp.br/pfpmcg), dispõe de uma Bolsa de Pós-Doutorado, por um período de 12 meses, no Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura - CEPAGRI (www.cpa.unicamp.br), no Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação – NEPA (www.unicamp.br/nepa) e no Instituto de Economia - IE (www.eco.unicamp.br), da Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP (www.unicamp.br).

Os documentos necessários para inscrição no processo seletivo são os seguintes: a) Uma carta de apresentação justificando o interesse pelo trabalho; b) Uma cópia do Curriculum Vitae completo e atualizado; c) Duas cartas de recomendação.

A seleção será feita em agosto e setembro de 2013, com início previsto para o mês de setembro de 2013. Os interessados deverão ter disponibilidade para entrevista presencial. Eventualmente, caso o interessado esteja impossibilitado de se deslocar até UNICAMP, a entrevista poderá ser realizada por meio de videoconferência ou pelo skype. O valor atual da bolsa é R$5.908,80 (www.fapesp.br/3162).



.

Discussão sobre determinantes sociais da saúde vai ao Nordeste

A discussão sobre os determinantes sociais da saúde (DSS) vem ganhando cada vez mais força no Brasil, como exemplifica a realização da Conferência Mundial de DSS, em 2011. No entanto, é de extrema importância que a atuação brasileira seja externalizada, para que as políticas públicas de combate às iniquidades em saúde por meio da ação dos DSS tenham, de fato, efetividade.

Tais políticas são fortemente influenciadas pelo contexto onde devem ser implantadas, e o Brasil possui grande diversidade de situações regionais com seus correspondentes DSS. Pensando nessa diversidade, surgiu a ideia de dar um enfoque regional às discussões que envolvem os determinantes sociais da saúde.

Alberto Pellegrini, coordenador do Centro de Estudos, Políticas e Informação sobre Determinantes Sociais da Saúde (Cepi-DSS/ENSP), fala, em entrevista ao 'Informe ENSP', sobre a importância da realização da 1ª Conferência Regional sobre Determinantes Sociais da Saúde Nordeste e as perspectivas de realização de outras conferências regionais. Confira!

CONSENSO DE MONTEVIDEO SOBRE POBLACIÓN Y DESARROLLO

Acaba de ser divulgado o documento final do acordo Latino Americano e Caribenho de População e Desenvolvimento: O consenso de Montevidéu. Em reunião ocorrida em Montevidéu (Uruguai) nos dias 12 a 15 de agosto de 2013, especialistas acadêmicos, governos e a sociedade civil organizada discutiram as questões que relacionam dinâmica demográfica com as questões ambientais, sociais, econômicas, direitos humanos e outras. O documento reafirma compromissos assumidos na Conferência do Cairo (1994) e avança no debate.

Mais: Países da região aprovam o Consenso de Montevidéu sobre População e Desenvolvimento (UNFPA Brasil)

.

15 agosto, 2013

Trinta anos de desigualdades de renda no Brasil: efeitos de idade, período e coorte

O Centro de Estudos da Metrópole (CEM), um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) da FAPESP, promove no dia 21 de agosto, a partir das 17h30, o seminário "Trinta anos de desigualdades de renda no Brasil: efeitos de idade, período e coorte".

O seminário, que parte de um estudo que examina a desigualdade de renda no Brasil e investiga suas tendências a curto e longo prazo, será proferido por Rogério Jerônimo Barbosa (doutorando em Sociologia da Universidade de São Paulo e pesquisador do CEM), Carlos Antônio Costa Ribeiro (doutor em Sociologia pela Columbia University e professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro) e Flavio Alex de Oliveira Carvalhaes (doutor em Sociologia pela Uerj e pesquisador do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, o Cebrap).

O evento é aberto a todos os interessados, não há necessidade de inscrição prévia e ocorrerá no auditório da Cátedra Jaime Cortesão, no prédio da História e Geografia, que fica na Av. Professor Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, em São Paulo.

Fonte: Agência FAPESP, 15/08/2013


.

Obras do acervo do MAM-BA ilustram publicação do IBGE: Brasil em Números / Brazil in Figures, v.21/2013

Clique na imagem para acessar a publicação completa
Imagens de obras de arte de renomados artistas nacionais que compõem o acervo do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) estampam a edição 2013 do anuário Brasil em Números – A arte de mostrar o Brasil, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O lançamento da publicação acontece na próxima quinta-feira, 15, às 18h30, no Palácio da Aclamação. O evento é gratuito e aberto ao público.

Esta é a 21ª edição do anuário, que apresenta obras de artistas como Rubem Valentim, Mestre Didi, Sante Scaldaferri e Iuri Sarmento, entre outros. O diretor do MAM-BA, Marcelo Rezende, ressalta a importância da escolha do museu para ilustrar a publicação. “A proposta do anuário se alinha com a nossa em levar o museu a um público maior, divulgando seu acervo a todas as camadas da sociedade”, afirma.

Com circulação em todos os estados brasileiros, a publicação é enviada a instituições governamentais, também no exterior e, a partir deste ano, passa a trazer um capítulo destinado ao Meio Ambiente, com uma temática de relevante importância no contexto nacional.

Editado anualmente pelo IBGE, a publicação bilíngue (português e inglês) reúne informações estatísticas para o conhecimento da realidade socioeconômica do País. São 23 temas estruturados em capítulos ilustrados, com tabelas e gráficos, que receberam a contribuição de técnicos e pesquisadores especialistas, por meio de textos, oferecendo ao leitor uma síntese da sociedade brasileira nos mais variados aspectos.

O Brasil em Números conta ainda com os dados do IBGE relativos à Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, à Pesquisa Industrial Mensal, ao Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor: INPC-IPCA, ao Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil, à Pesquisa Anual de Comércio, às Contas Regionais do Brasil, e ao Sistema de Contas Nacionais.

Lançamento da publicação Brasil em Números 2013 – A arte de mostrar o Brasil
Quando: Quinta-feira, 15.08, às 18:30h
Onde: Palácio da Aclamação, Avenida Sete de Setembro, 1330 – Campo Grande - Salvador (BA).
Gratuito

Fonte: Página Oficial do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), 06/08/2013


.

09 agosto, 2013

4 municípios do Nordeste tiveram modificações na definição das áreas de ponderação do Censo 2010

"Na divulgação dos microdados da amostra do Censo Demográfico 2010 foram divulgadas as áreas de ponderação de 140 municípios com mais de 190 mil habitantes. Foi verificado, entretanto, que 14 municípios não atendiam as áreas de planejamento dos municípios, impossibilitando o seu uso apropriado. Para cobrir essa lacuna, o IBGE está divulgando 15 tabelas em formato XLS e ODS sobre pessoas e domicílios de um total de 34 tabelas que serão divulgadas até outubro de 2013. Os arquivos em formato shape destes municípios e suas áreas de ponderação também estão disponíveis. Em outubro de 2013, o IBGE colocará à disposição da sociedade uma aplicação web com os resultados gerais da amostra por área de ponderação georreferenciados abrangendo os 140 municípios".

Fonte: IBGE

Entre os 14 municípios que tiveram modificações nas suas áreas de ponderação, 4 deles são da Região Nordeste. São eles: Feira de Santana (BA), Imperatriz (MA), Natal (RN) e Salvador (BA).


Região Metropolitana de Natal: Seminário debate Agenda Metropolitana


O Parlamento Comum da Região Metropolitana de Natal em parceria com o
Observatório das Metrópoles promove nos dias 12, 13 e 14 de agosto o
Seminário do Parlamento Comum da Região Metropolitana de Natal – A Agenda
Metropolitana. O encontro ocorre no auditório da Reitoria da UFRN e objetiva
reunir cidadãos, técnicos, estudantes e gestores oriundos das 11 cidades que
compõem a metrópole natalense, para debater os desafios da formação de uma
agenda metropolitana que busque aprimorar o planejamento da gestão urbana na
Região Metropolitana de Natal (RMN). Participam deste encontro,
representantes dos poderes executivo e legislativo, gestores estaduais e
municipais, associações, pesquisadores, estudantes e especialistas
acadêmicos, além de organizações da sociedade civil interessadas nas
questões urbanas.

O Seminário do Parlamento Comum da Região Metropolitana de Natal – A Agenda
Metropolitana é realizado pelo Parlamento Comum da RMN e Observatório das
Metrópoles e tem o apoio da Associação dos Docentes da UFRN (ADURN) e das
Câmaras Municipais de Natal, Ceará-Mirim, Extremoz, Macaíba, Maxaranguape,
Monte Alegre, Nísia Floresta, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, São José
do Mipibu e Vera Cruz.

Confira abaixo a programação:

Ato Solene de Abertura com Autoridades
12 de agosto (segunda-feira) - 8 às 12h
Conferência de Abertura: Construir uma Agenda Metropolitana
Expositor: Luciano Siqueira – Vice-Prefeito de Recife
Debatedores: Fátima Bezerra – Deputada Federal / RN; Ricardo Motta –
Deputado Estadual / Assembleia Legislativa do RN
Moderador: Ângela Maria Paiva Cruz – Reitora da UFRN
Participação das Entidades Populares – Perguntas escritas ou verbais

13 de agosto (terça-feira) - 8 às 12h
A Cidade e a Metrópole – Agenda das Prefeituras
Expositora: Prof.ª Maria do Livramento Miranda Clementino – UFRN/
Observatório das Metrópoles
Debatedores: Prefeitos (as) dos Municípios da Região Metropolitana de Natal
Moderador: Francisco Obery Rodrigues Junior – Secretário de Estado do
Planejamento e das Finanças do RN (SEPLAN)

14 de agosto (quarta-feira) - 8 às 12h

A Cidade e a Metrópole – Agenda dos Vereadores
Expositor: Alexsandro Cardoso Ferreira da Silva – UFRN / Observatório das
Metrópoles
Debatedores: Presidentes das Câmaras Municipais da Região Metropolitana de
Natal
Coordenador: Vereador George Câmara – Parlamento Comum da Região
Metropolitana de Natal

Inscrições: Clique aqui

.

04 agosto, 2013

Vaga para professor substituto: Depto de Demografia (Unicamp)

Seleção Pública para admissão de um docente, no nível MS-3.1, em RTP, com opção preferencial para o RDIDP, em caráter temporário, na disciplina HZ-832 Estudos de População, do Departamento de Demografia, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Inscrições: até 16 de agosto de 2013


.

02 agosto, 2013

Em 30 anos, NE tem maior ganho na esperança de vida: 12,95 anos

A esperança de vida ao nascer, que em 1980 era de 62,52 anos, passou a 73,76 anos em 2010. O acréscimo de 11,24 anos representa um aumento anual médio de quatro meses e 15 dias. Foi observada uma redução na diferença regional ao longo desses 30 anos. O Nordeste, que tinha a esperança de vida mais baixa em 1980 (58,25 anos) teve um incremento de 12,95 anos no período, chegando a 71,20 anos, ligeiramente acima da região Norte, que anteriormente estava à sua frente (de 60,75 para 70,76 anos). Essa inversão se deve principalmente ao aumento de 14,14 anos na esperança de vida das mulheres nordestinas, que passou de 61,27 anos para 75,41, enquanto que a das mulheres da região Norte aumentou 10,62 anos, de 63,74 para 74,36 anos. A esperança de vida masculina no Nordeste (de 55,40 para 67,15 anos) também aumentou mais do que no Norte (de 58,18 para 67,57 anos), com menor evidência do que a feminina (9,39 contra 11,75 anos).

Fonte: IBGE, Sala de Imprensa, 02/08/2013


.

16 julho, 2013

Homicídios nas regiões metropolitanas

Livro organizado por demógrafo da UFRN sobre homicídios em regiões metropolitanas é destaque do Observatório das Metrópoles. O livro, segundo a página do Observatório, "busca compreender o fenômeno das mortes violentas a partir da dinâmica metropolitana e das interações sociais que aí se desenvolvem. Configura, portanto, um estudo sobre homicídios em diversas regiões metropolitanas brasileiras".


Além de Flávio Henrique Miranda de A. Freire, um dos organizadores do livro, ainda constam entre os autores de capítulos Moisés Alberto Calle Aguirre, ambos do Depto de Demografia e Ciências Atuariais da UFRN.


[Veja a reportagem do Observatório das Metrópoles]


.

14 julho, 2013

Perfil: Elza Salvatori Berquó – guerreira gentil e generosa

Elza Salvatori Berquó foi pioneira ao introduzir a demografia ao meio acadêmico brasileiro e ao usar esse campo do conhecimento para tentar compreender parte das transformações da sociedade. Na edição 305 da CH está traçado o perfil dessa conceituada especialista.

Fonte: Instituto Ciência Hoje, Ed. 305


.

08 julho, 2013

Chile cria Bolsa 3º Filho para aumentar natalidade

A medida foi criticada por movimentos sociais, economistas e políticos da oposição. Em entrevista a uma emissora de rádio local, a senadora democrata-cristã Ximena Rincón, da Concertação (aliança de centro-esquerda), classificou a medida do governo como insuficiente. A congressista diz: “Na Noruega existe uma complexa rede de benefícios que inclui desde o auxílio-maternidade e o acompanhamento médico durante toda a infância, uma ampla rede de creches, e outros incentivos para a mulher que trabalha. Uma política dessas não pode ser baseada apenas em um cheque”.

[Fonte: Carta Capital, por Victor Farinelli — publicado 08/07/2013]


.

01 julho, 2013

2 vagas de professor substituto para o Depto de Demografia e Ciências Atuariais (DDCA/UFRN)

UFRN | PROGESP ABRE INSCRIÇÕES PARA PROFESSORES SUBSTITUTOS

2 vagas para o Departamento de Demografia e Ciências Atuariais (DDCA).

(Graduação em Matemática ou em Estatística ou em Ciências Atuarias ou em Economia ou em Administração).

Inscrições até dia 4 de julho.

Veja o Edital

Visite a página da PROGESP (UFRN)


28 junho, 2013

Atlas do Censo Demográfico do IBGE mapeia mudanças na sociedade brasileira

Os temas relativos à inserção do Brasil no mundo, à divisão político-administrativa, às
características demográficas, à distribuição espacial da população, aos fluxos da população no território e à urbanização, além daqueles relativos às condições de habitação, ao perfil social e econômico da população e à diversidade cultural, revelam questões fundamentais da população e do território brasileiros.

O Atlas do Censo Demográfico 2010 pode ser acessado pelo link

CONHEÇA O ATLAS DO CENSO DEMOGRÁFICO 2010

A versão digital oferece uma navegação interativa para um primeiro conjunto de pranchas, com acesso aos seus correspondentes arquivos de base e tabelas com os indicadores utilizados no Atlas, além de disponibilizar a imagem de todas as pranchas em formato “pdf”.

Fonte: IBGE, Sala de Imprensa, 28/06/2013.


.

21 junho, 2013

Valor Econômico (SP): Uma janela já meio fechada

Desde a metade do século passado, o ritmo de queda da taxa de fecundidade superou todas as expectativas, inclusive as previsões da ONU, e chegamos a 2010 com a marca de 1,9 filho por mulher, o que faz com que a PIA, constituída por brasileiros de 15 a 64 anos, cresça a taxas abaixo do total da população. Esse quadro faz do capital humano um fator de produção cada vez mais escasso.

Quando os demógrafos José Roberto Magno de Carvalho e Laura Wong, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) inauguraram, em 1998, o debate sobre a "janela de oportunidade demográfica", alertavam sobre o aspecto condicional do dividendo. O demógrafo José Eustáquio Diniz Alves, da Escola Nacional de Ciências Estatísticas, do IBGE, é um profícuo pesquisador do tema. Sempre ponderou, em numerosos textos acadêmicos, aspectos positivos, como o fato de o PIB brasileiro ter crescido 12,7 vezes entre 1900 e 2000, a despeito da acentuada e crônica desigualdade social.

Fonte: IPEA Notícias, 21/06/2013


.

28 maio, 2013

Workshop "A dinâmica demográfica nordestina e seus desafios para pesquisas teórico-metodológicas: ações do Projeto Procad - Cedeplar/UFMG - PPGDEM/UFRN"

Workshop "A dinâmica demográfica nordestina e seus desafios para pesquisas teórico-metodológicas: ações do Projeto Procad - Cedeplar/UFMG - PPGDEM/UFRN"

31 de maio de 2013, às 8h00 - 17h00.
Local: Anfiteatro A do Centro de Ciências Exatas e da Terra – CCET/UFRN, Natal-RN

O Programa de Pós-Graduação em Demografia da UFRN realizará, no dia 31 de maio de 2012, o Workshop "A dinâmica demográfica nordestina e seus desafios para pesquisas teórico-metodológicas: ações do Projeto Procad - Cedeplar/UFMG - PPGDEM/UFRN" em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Demografia do Cedeplar/UFMG. O evento ocorrerá com o apoio do Edital MCTI/CNPq/MEC/Capes - Ação Transversal nº06/2011 – Casadinho/Procad.

Coordenação: Lára de Melo Barbosa Andrade (PPGDEM/UFRN) e Simone Wajnman (Cedeplar/UFRN)

e-mail: ppgdem@ccet.ufrn.br

.

15 maio, 2013

Aula Aberta com Prof. Dra. Elza Berquó: "Cenários da Reprodução no Brasil"

Aula Aberta com Prof. Dra. Elza Berquó

"Cenários da Reprodução no Brasil"

Trata-se de atividade das disciplinas HSM-113 – GÊNERO, RAÇA/ETNIA E SAÚDE PÚBLICA, do Departamento Saúde Materno-Infantil, e HEP173 – LABORATÓRIO DE USO DE DADOS DEMOGRÁFICOS E SOCIOECONÔMICOS, do Departamento de Epidemiologia, ambas integrantes do Curso de Graduação em Saúde Pública.

Data: 23/05/2013 das 14h às 17h
Local: Faculdade de Saúde Pública/USP - Auditório João Yunes
Av. Dr. Arnaldo, 715 - São Paulo - SP (Próximo a Estação Clínicas do Metro).

Será fornecido certificado aos inscritos e participantes do evento.
Não haverá estacionamento disponível na FSP/USP.

Realização e apoio:
Comissão de Cultura de Extensão da Faculdade de Saúde Pública/USP
Departamento Saúde Materno-Infantil da FSP/USP
Email: svalunos@fsp.usp.br

Acesse este link para fazer sua inscrição: http://www.fsp.usp.br/crintform/phpmyadmin/eventos/form/form1.php?vIdEv=143

06 maio, 2013

Pernambuco sediará primeira Conferência Regional sobre Determinantes Sociais da Saúde

A cidade do Recife vai receber a 1ª Conferência Regional sobre Determinantes Sociais da Saúde, que tem como foco a Região Nordeste. Como desdobramento da Conferência Mundial sobre DSS (CMDSS), que ocorreu no Rio de Janeiro em outubro de 2011, e na qual o Brasil teve forte protagonismo, o encontro deve reunir 400 convidados, entre representantes do poder público, da comunidade acadêmica e da sociedade civil, para debater e articular estratégias com o objetivo de superar as desigualdades e seus impactos na saúde pública. A programação do evento está sendo definida e deve ser divulgada, em breve, aqui. O evento está marcado para os dias 2 a 4 de setembro. "O Nordeste é uma das regiões mais desiguais de nosso país, mas é também uma região que vem passando por importantes transformações e onde há instituições de governo, da sociedade civil e acadêmica bastante atuantes, o que a coloca em posição privilegiada para a conferência", destaca Alberto Pellegrini, coordenador-geral da 1ª Conferência Regional sobre DSS e diretor do Centro de Estudos sobre DSS da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Ensp/Fiocruz).

Fonte: Jornal da Ciência, 06/05/2013


.

02 maio, 2013

Sobre as recentes mudanças no mundo do trabalho, no Conexão Futura

Abaixo o link para o Conexão Futura, com a participação do demógrafo André Junqueira Caetano na discussão sobre as recentes transformações no mundo do trabalho, particularmente, sobre o trabalho doméstico.




Fonte: Canal Futura, 01/05/2013

[Ou clique no link]

.

29 abril, 2013

O bônus está acabando

O Brasil vive a era do bônus demográfico: a população ocupada, que gera riqueza, é maior que a
dependente, mantendo equilibrado o sistema econômico-financeiro. Tal cenário, contudo, está prestes a mudar, e isso vai gerar sérias consequências para o país – incluindo o setor de saúde suplementar, que corre grande risco de entrar em colapso e se tornar inviável economicamente já na próxima década.

Esse é o horizonte vislumbrado pela tese Mudanças demográficas no Brasil e sustentabilidade dos planos de saúde, do pesquisador Fernando Kelles. O estudo delineia quando, quanto e como as mudanças demográficas (em especial na estrutura etária da população) impactam a sustentabilidade do setor de saúde suplementar e sugere caminhos para se evitar a implosão do sistema.

Fonte: Boletim da UFMG, 29/04/2013


.

26 abril, 2013

Criação do Departamento de Demografia e Ciências Atuariais (DDCA-UFRN)

Portaria de criação do DDCA
Foi criado neste mês de abril de 2013, o Departamento de Demografia e Ciências Atuariais (DDCA) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Ancorando o curso de graduação em Ciências Atuariais e o programa de pós-graduação em Demografia, o DDCA contará atualmente com dez docentes. O DDCA agradece a todos que contribuíram para o sucesso desse projeto  
Portaria de remoção dos docentes do DDCA
                                                             







   


Latin American Human Mortality Database

The web-site aims at disseminating human mortality data and literature of human mortality in Latin
America, in order to provide detailed information for researchers, students, policy makers and the general public interested in knowing trends and developments in the study of mortality in the region. The project is inspired by The Human Mortality Database (www.mortality.org) and is the result of joint work of Prof. B. Urdinola of the National University of Colombia, Bogota Department of Statistics and Professor Bernardo Lanza Queiroz CEDEPLAR, Belo Horizonte-Brazil, funded by the Population Association of America (www.popassoc.org) and the Research Direction of Universidad Nacional de Colombia-Bogotá (DIB www.dib.unal.edu.co). At present the database contains detailed information on mortality for five countries in Latin America: Argentina, Brazil, Colombia, Mexico and Peru. All information is broken down by age, sex, region and cause of death. Additionally there is information on the academic literature on the study of mortality for these same countries.


.

18 abril, 2013

Chamada de artigos: Edição Especial - Brasil

Space Populations Societies is an interdisciplinary and international journal, and publishes original contributions in French and English since 1983. Space Populations Societies is a thematic journal, with each issue focusing on a specific topic.


Ideas should initially be submitted in the form of a 350 word abstract by 1rst September 2013
Decision of acceptance of abstracts is October 2013
Final date for submitting full papers will be January 31th 2014

The co-editors of the thematic issue on “Populations in Brazil”

In France : Frédéric Dumont (University of Lille 1 France), Marie-Françoise Fleury, (University of Lorraine, France)

In Brazil : Cássio Maldonado Turra (president of « Associação Brasileira de Estudos Populacionais », Universidade Federal de Minas Gerais, Brésil) and Wilson Fusco (Fundação Joaquim Nabuco, Recife, Brazil).

[Veja mais detalhes]

.

08 abril, 2013

Brasileira destaca necessidade de melhorar formação e a atração da carreira

A valorização da carreira e o investimento numa formação melhor para os professores são os caminhos apontados pela pesquisadora mineira Raquel Guimarães para melhorar o desempenho dos alunos brasileiros. Doutoranda em Demografia no Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (Cedeplar), na Universidade Federal de Minas Gerais, Raquel investigou — durante o mestrado na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos — quais fatores mais influenciavam o desempenho em sala de aula.

A partir de questionários respondidos por professores e dados do Programa Plano de Desenvolvimento da Escola e do Sistema de Avaliação da Educação Básica, que avaliou estudantes do 5º ao 9º ano do ensino fundamental da rede pública, entre 1999 e 2003, a pesquisadora analisou escolas com indicadores educacionais precários em seis estados: Rondônia, Pará, Pernambuco, Sergipe, Mato Grosso do Sul e Goiás.

Em seu trabalho, Raquel avaliou o desempenho de 1.200 alunos em português e matemática e comparou com as características de seus 581 docentes.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/educacao/brasileira-destaca-necessidade-de-melhorar-formacao-a-atracao-da-carreira-8054783#ixzz2PsTDDinC
© 1996 - 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

06 março, 2013

Aula Inaugural do PPGDEM (UFRN) 2013

"Os Desafios da Pós-Graduação em Demografia no Brasil"


Prof Dra Rosana Baeninger (NEPO/Unicamp)
Representante de demografia no comitê assessor do CNPq (2012-2014), Assessora da pró-reitoria de pós-graduação da Unicamp (2009-2013).

Local: Videoteca 2 da Biblioteca Central Zila Mamede (UFRN)
Horário: dia 14/03/2013, às 10h00

Veja algumas fotos:
 


.

04 março, 2013

World population: The end of growth is improbable

“The main problem with the UN approach is that stability analyses of the projected equilibrium, the point of zero growth, are not possible. Stability analysis requires a dynamic rather than a purely statistical model.” This is because it is not sufficient for such analyses to base their projections of population size on the amount of time elapsed, without taking into account other causal factors. Especially, the UN projections assume total independence from energy resources.

Fonte: Max Plank Institute, 04/03/2013


.


01 março, 2013

The Demography of Adaptation to Climate Change

Author: Martine, George and Daniel Schensul (eds.)
No. of pages: 204
Publication date: 2013
Publisher: UNFPA, IIED and El Colegio de Mexico

A flurry of extreme weather events, together with projections that grow more somber with every new scientific advance, have dramatically highlighted the need to respond more effectively to the threats already upon humankind. In the midst of a rapidly expanding global adaptation agenda, it is of primary importance to get adaptation and its constituent parts right, in order to generate the most appropriate and effective interventions. Reacting to events after they occur is no longer sufficient; we increasingly need to anticipate and reduce the suffering and the enormously damaging impacts coming events will cause. This book addresses a major gap in adaptation efforts to date by pointing to the vital role that an understanding of population dynamics and an extensive use of demographic data have in developing pre-emptive and effective adaptation policies and practices.

Politics and an oversimplified understanding of demographic dynamics have long kept population issues out of serious discussions in the framework of climate negotiations. Within adaptation actions, however, this is beginning to change, and this volume is intended to provide a framework for taking that change forward, towards better, more evidence-based adaptation. It provides key concepts linking demography and adaptation, data foundations and techniques for analyzing climate vulnerability, as well as case studies where these concepts and analyses illuminate who is vulnerable and how to help build their resilience.

Fonte: UNFPA


.

27 fevereiro, 2013

Pesquisa analisa o tempo de deslocamentos urbanos casa-trabalho

Disponibilizado no Portal do Ipea, o Texto para Discussão nº 1813, dos pesquisadores Rafael Henrique Moraes Pereira e Tim Schwanen, analisa o tempo que a população gasta em deslocamentos urbanos casa-trabalho no Brasil. O documento enfatiza as diferenças encontradas entre as nove maiores regiões metropolitanas (RMs) do país mais o Distrito Federal (DF), além de destacar como estas diferenças variam de acordo com níveis de renda e sexo.

Fonte: IPEA Blog, 25/02/2013


.

25 fevereiro, 2013

Chinesas 'encalhadas' aos 27 anos lutam contra estigma

Segundo o escritório nacional de estatísticas da China, na faixa etária de menos de 30 anos, o número de homens supera o de mulheres em 20 milhões.

Dados do Censo na China mostram que cerca de uma em cada cinco mulheres com idades entre 25 e 29 anos são solteiras.

A proporção de homens solteiros nessa faixa etária é maior – mais de um terço. Mas isso não significa que eles terão facilidade em encontrar uma parceira, já que os homens chineses tendem a se casar com mulheres mais novas e com grau de educação menor.

"Há a opinião de que homens classe A vão encontrar mulheres classe B, homens classe B vão encontrar mulheres classe C, e homens classe C vão encontrar mulheres classe D", diz Huang Yuanyuan.

"Quem sobra são as mulheres classe A e os homens classe D. Então, se você é uma encalhada, você é classe A."

Fonte: BBC Brasil, 23/02/2013


.